sábado, 31 de março de 2012

You Only Live Once (Acapulco)


___Sabe se minha mente fosse um cara, ele seria foda! Porque às vezes sinto como se meus pensamentos fossem um ser a parte. Uma massa criativa que ferve, curte e manja das histórias, umas sórdidas – outras não e nós dois.. eu e minha mente, nós dois vamos continuando. 
 ___Então quando as coisas estão complicadas meu eu-esquizofrênico me chama para uma volta e ele é uma companhia e tanto. Às vezes a gente bate aquele papo do: “O eu quero ser quando crescer?” “O que você eu poderia estar fazendo?” “Quem está em volta?”. 
___Dia desses... bem, eu perguntei pra ele o que é ser adulto. Eu sei que parte de envelhecer inclui ficar mais flácido, gastar mais meu RG, ter contas pra pagar e um pneumologista marcado pro mês que vem, por causa dos cigarros, MAS – perguntei isso porque quero saber se estou ficando velho! 
___As pessoas em volta mudam, os interesses também.. comecei a notar que tenho responsabilidades com pessoas que eu nem curto, isso me faz ficar perto delas.. e não fazer coisas que eu realmente queria fazer.

___Quando eu era mais novo me via numa cena realmente legal: Eu super sorridente num bar mexicano, tomando vários shots de tequila, batendo um papo gostoso com meus amigos, com uma lhama dormindo bêbada na mesa de bilhar e muita música ao vivo, daquelas super regionais que vemos em filmes trash que mostram Acapulco como a cidade das férias. 
___Aí eu leio: Ranking das 50 cidades mais violentas do mundo em 2011, e lá está: 4º Colocada- ACAPULCO! E percebo que não podemos levar lhamas para bares, nem deixá-las bêbadas, e que a maioria dos meus amigos nem querem viajar pro México. 

___Meu eu-esquizofrênico ainda não sabe ao certo, mas estamos em outro tempo agora. Então vamos por aí... vendo o que rola...

2 comentários:

  1. Não podemos deixar nossas lhamas jogadas por ai no mundo de hj .-.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom seu blog *-* Adorei o texto.
    Beijão

    ResponderExcluir